Não é minha face, Nem tampouco O corpo que olho E admiro, Mas a alma, A essência Da moça do espelho

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Pelos 3 anos de TMO


 Nesses três anos venho juntando 
o que da dor e do sorriso, sobrou,
das primaveras sem cheiro de flor.

Sinto-me assim...
Habitando um mundo cego de nariz,
uma estrangeira de corpo e de alma,
sobrevivendo e aprendendo
nessa vida que já esteve por um triz.

Hoje vejo os dias 
tal qual uma montanha,
cheio de altos e baixos,
de caminhos acidentados
tornando tudo uma façanha.

O cume não habita
mais meus sonhos,
o que me importa 
é a escalada,
a caminhada
e os limites
- evidentes e ocultos - 
 frutos do meu sofrido indulto.




Gratidão!

- continuo sem sentir cheiro nem sabor, anosmia... Mas estou viva.

2 comentários:

  1. Regina, muita saúde nos muitos anos que ainda vão vir pós TMO!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Amém! Obrigada, Cíntia! Muita saúde p nós! Bjo grande.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Fé, Força, Coragem!!